Assembleia Municipal de Évora aprova resolução sobre educação

Assembleia Municipal de Évora aprova resolução sobre educação

1
192
Quarta-feira, 11 Julho 2018
Alentejo

A Assembleia Municipal de Évora (AME) exige ao Governo a contratação de funcionários para as escolas e obras nas escolas André de Gouveia e Manuel Ferreira Patrício.

Estes são alguns dos pontos de uma resolução aprovada, por unanimidade, na última reunião deste órgão autárquico, na sequência de uma audição pública sobre a educação no concelho.

A AME exige ao Governo “a resolução urgente dos problemas identificados no que se refere ao pessoal, de forma atempada, tendo em conta o início do ano letivo 2018/2019”.

Por outro lado, pede “a melhoria urgente do parque escolar do Concelho, designadamente nas escolas André de Gouveia e Manuel Ferreira Patrício”.

Outra das reivindicação da assembleia municipal passa pelo respeito integral do número de alunos por turma, de acordo com a legislação em vigor.

É também exigido à câmara que “cumpra todas as suas responsabilidades da área de educação, desde que disponha dos meios financeiros, no devido montante, a transferir pelo Ministério da Educação”.

A resolução vai ser remetida ao Presidente da República, presidente da Assembleia da República, primeiro-ministro, ministro da Educação, Grupos Parlamentares da Assembleia da República e ao presidente da Câmara de Évora, entre outras entidades.

Num comunicado enviado à DianaFM, a bancada do PS na Assembleia Municipal de Évora afirma ter aprovado a resolução com o objetivo de “contribuir para a construção de soluções face aos problemas diagnosticados”.

Contudo, o PS repudia “o facto de se terem procurado eximir as responsabilidades” da gestão CDU do município, considerando que os comunistas não estão isentos nas falhas de gestão do processo.

Para os socialistas, a gestão CDU evidenciou “uma incapacidade negocial face aos Governos, bem como um alheamento na gestão das parcerias locais para definirem estratégias e as porem em prática”.

Comments are closed.