Autarcas querem três plataformas no distrito da linha férrea Sines/Caia

Autarcas querem três plataformas no distrito da linha férrea Sines/Caia

Like
251
Quarta-feira, 16 Maio 2018
Alentejo

A Comunidade Intermunicipal do Alentejo Central (CIMAC) propõe a existência de três plataformas de cargas e descargas da futura linha ferroviária entre Sines e Caia no distrito de Évora.

Numa tomada de posição, o conselho intermunicipal da CIMAC, composto pelos 14 presidentes de câmara do distrito de Évora, defende paragens em Évora, Vendas Novas e na zona dos mármores.

A CIMAC justifica a criação de uma plataforma em Évora pela “importância central da cidade” e por apresentar “um conjunto significativo de indústrias, onde se destacam as fileiras aeronáutica, tecnológica e da agricultura”.

A necessidade de criar uma paragem em Vendas Novas “prende-se, não só com as indústrias em presença no concelho”, mas também com “a posição estratégica do espaço concelhio, que permitirá a ligação entre a linha férrea do norte com a nova infraestrutura”.

Por fim, a plataforma na zona dos mármores serviria para “dinamizar a comercialização e expedição rápida e eficaz dos produtos da extração e transformação de mármore”.

O Alentejo Central manifesta ainda a necessidade de inscrever os subprodutos resultantes da extração de mármore da região nas especificações técnicas dos cadernos de encargos para a construção de grandes obras, como é o caso desta ligação ferroviária, designadamente no que se refere ao enrocamento.

A tomada de posição foi enviada aos grupos parlamentares da Assembleia da República, aos ministros do Planeamento e das Infraestruturas, da Economia e do Ambiente, ao presidente da CCDRA, entre outras entidades.

Comments are closed.