Acordo ortográfico: Seguro diz que Passos Coelho foi desautorizado por Graça Moura

Acordo ortográfico: Seguro diz que Passos Coelho foi desautorizado por Graça Moura

Sexta-feira, 03 Fevereiro 2012
Nacional
O líder do PS afirmou hoje que o primeiro-ministro foi desautorizado pelo diretor do Centro Cultural de Belém, Vasco Graça Moura, que terá dado ordens para não se aplicar na instituição o novo acordo ortográfico.
António José Seguro confrontou o primeiro-ministro com a ordem de Graça Moura, noticiada hoje pelo jornal Público, sublinhando que Passos Coelho tem a tutela da Cultura e que a aplicação do acordo ortográfico é uma obrigação legal.
“Ou o senhor primeiro-ministro desautoriza o doutor Graça Moura ou foi desautorizado pelo diretor do CCB”, declarou o líder do PS, no debate quinzenal com o Governo no Parlamento.
O primeiro-ministro disse que “o Governo não tem nenhum esclarecimento a acrescentar sobre esta matéria”.
“O acordo ortográfico entrou em vigor a 1 de janeiro deste ano, assim o confirmam os manuais escolares, assim como todos os atos oficiais, e ele será cumprido”, disse.
De acordo com o Público, Graça Moura ordenou numa circular interna os serviços do CCB para não aplicarem o acordo e para que os conversores informáticos que adaptam os textos à nova grafia fossem desinstalados de todos os computadores da instituição.

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com