Alqueva: PCP acusou governos de não terem “sabido ou querido” colocar o projeto ao serviço

Alqueva: PCP acusou governos de não terem “sabido ou querido” colocar o projeto ao serviço

Segunda-feira, 06 Fevereiro 2012
Alentejo
O PCP acusa os anteriores governos de não terem sabido ou querido estabelecer as estratégias e garantir os financiamentos “essenciais” para colocar o projeto Alqueva “ao serviço” do Alentejo e do país.
Numa conferência de imprensa em Beja, o deputado do PCP João Ramos disse que “os sucessivos governos não têm sabido, ou não têm querido, estabelecer as estratégias e garantir os financiamentos essenciais para colocar o projeto ao serviço do desenvolvimento da região e do país”.
Segundo o deputado, eleito por Beja, “quase 40 anos” após o “início das obras” preliminares, o projeto “não criou as dinâmicas suficientes para inverter as tendências de desemprego e de despovoamento, que ameaçam a região”.
Por outro lado, “as incertezas em torno do Alqueva são, infelizmente, recorrentes, como insistente foi a luta dos alentejanos em defesa” do projeto, lamentou.
“Falta um plano estratégico” para Alqueva, disse o deputado, referindo que há agricultores que fizeram investimentos “tendo em conta” a água do Alqueva e “um determinado calendário do projeto” e, agora, estão “na mais total incerteza” e com os investimentos “em risco”.

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com