ARS faz “o possível” para garantir cuidados aos utentes do lar

ARS faz “o possível” para garantir cuidados aos utentes do lar

Segunda-feira, 13 Julho 2020
Alentejo

A Administração Regional de Saúde (ARS) do Alentejo garante estar a fazer “o possível” para garantir os cuidados considerados necessários aos utentes do lar de Reguengos de Monsaraz onde surgiu um surto de covid-19.

Em comunicado, a ARS do Alentejo afiança que “fez e continuará, dentro do quadro legal, a fazer o possível para garantir os cuidados considerados necessários, no espaço que foi atribuído aos utentes da Estrutura Residencial para Idosos da Fundação Maria Inácia Vogado Perdigão Silva, que necessitam de vigilância, mas que não têm critérios para internamento hospitalar”.

“A ARS do Alentejo estará sempre atenta às necessidades de prestação de cuidados identificadas na região, tomando as medidas que estiverem na sua dependência, para garantir sempre os direitos da população que serve”, acrescenta.

É a resposta da ARS do Alentejo ao apelo feito pela Ordem dos Médicos para que a nível judicial se possa considerar “uma ação urgente conducente a intimação” para defesa das pessoas doentes do lar.

Comments are closed.

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com