Azeite do Alentejo dá primeiros passos para ser reconhecido lá fora

Azeite do Alentejo dá primeiros passos para ser reconhecido lá fora

Sexta-feira, 30 Agosto 2019
Alentejo

O reconhecimento do azeite do Alentejo e de Portugal ainda é diminuto fora do país. Um problema que começou a ser combatido com uma campanha de promoção do Azeite do Alentejo e que levou este produto a 5 mercados considerados essenciais para os produtores.

“Tínhamos 5 mercados essenciais. Os Estados Unidos e o Canadá, o Brasil, a Alemanha, Suécia e a Dinamarca. E todas as ações que desenvolvemos foram destinadas a estes mercados. Algumas ações nos sítios, outras em Portugal, onde trouxemos opinion makers, gastrónomos, critico de gastronomia e jornalistas desses países” revelou o presidente do Centro de Estudos e Promoção do Azeite do Alentejo (Cepaal) , na DianaFm.

Gonçalo Morais Tristão fala de uma operação de enorme sucesso para que a região comece a ser reconhecida, lá fora, como produtora de azeite.

“Acho que foi uma operação que teve um enorme sucesso. É óbvio que o sucesso mais importante é que o Alentejo seja reconhecido como uma região produtora de azeite, lá fora. E que as nossas marcas e produtores de azeite do Alentejo consigam aumentar e incrementar as exportações. Isso acho que vamos conseguir a curto ou médio prazo.”.
A conclusão das ações de promoção foi realizada ontem, em Évora, onde foram apresentadas as medidas implementadas. Ao todo foram investidos 265 mil euros ao longo de três anos.
“Isto é um primeiro passo, digamos assim. Eu, pessoalmente acho que temos de estar permanente a fazer este tipo de operações, não só o Cepaal mas os produtores e as próprias marcas”, lembrou o responsável.

Comments are closed.

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com