Borba vai ter Contrato Local de Segurança para “intervenção alargada”

Borba vai ter Contrato Local de Segurança para “intervenção alargada”

Quinta-feira, 07 Novembro 2019
Alentejo

A Câmara de Borba e o Ministério da Administração Interna vão celebrar, a breve prazo, o Contrato Local de Segurança, no âmbito do qual será feita uma “intervenção alargada ao nível da segurança e da integração”.

A decisão saiu da reunião realizada hoje em Lisboa para a avaliação da situação de segurança no concelho de Borba, após o quartel dos bombeiros ter sido invadido por um grupo de pessoas e dois operacionais terem ficado feridos.

Participaram na reunião o ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, os secretários de Estado Adjunto e da Administração Interna, Antero Luís, e para a Integração e as Migrações, Cláudia Pereira, o presidente da Câmara de Borba, o comandante dos Bombeiros Voluntários de Borba e o comandante do Comando Territorial de Évora da GNR.

Segundo um comunicado conjunto do ministro da Administração Interna e da ministra de Estado e da Presidência, “do encontro resultou o compromisso, entre todas as partes, de aprofundamento do trabalho em conjunto que permita uma intervenção alargada ao nível da segurança e da integração”.

“Este trabalho será desenvolvido no âmbito de um Contrato Local de Segurança, a celebrar a breve prazo, com o município de Borba, que envolverá as entidades com competências na área da segurança, habitação, segurança social, mediação, bem como representantes das instituições e da comunidade locais”, adianta o Governo.

Os contratos locais de segurança são um instrumento privilegiado para colocar em prática a cooperação institucional à escala local entre administração central, autarquias e parceiros locais, em interação com a comunidade.

Na reunião, de acordo com o comunicado do Governo, Eduardo Cabrita reafirmou a solidariedade para com os Bombeiros de Borba e com a atuação das forças de segurança, já manifestada no passado sábado, na sequência do incidente ocorrido no quartel da corporação.

Comments are closed.