Câmara de Évora tem “luz verde” da assembleia para empréstimo

Câmara de Évora tem “luz verde” da assembleia para empréstimo

Terça-feira, 07 Maio 2019
Alentejo

A Câmara de Évora já tem “luz verde” da assembleia municipal para contrair o empréstimo de 23,5 milhões de euros para liquidar antecipadamente o PAEL.

A contratação do empréstimo foi aprovada, por maioria, com as abstenções dos eleitos do PS e do PSD, na mais recente reunião da assembleia municipal.

O presidente da Câmara de Évora, Carlos Pinto de Sá (CDU), diz à DianaFM que a operação que vai ser “muito benéfica sob todos os pontos de vista”.

“Em primeiro lugar, porque liquida, de vez, o PAEL e acaba com aquelas imposições, nomeadamente de valores máximos de impostos, reduz substancialmente os juros que pagamos para menos de metade e não aumenta o prazo do empréstimo”, afirma.

“Melhora as finanças do município e permite ao município estar agora mais folgado para fazer investimento, ainda não de uma forma muito significativa”, acrescenta.

Contudo, o município “não pode, no imediato, proceder a reduções significativa” dos impostos municipais, frisa, mas promete procurar que “os eborenses possam beneficiar da liquidação do PAEL”.

A contratação do empréstimo, com duas entidades bancárias, vai ser ainda apreciado pelo Tribunal de Contas.

Agora terá de ser concretizada não apenas com os bancos também pela via do tribunal de contas que esperamos tão breve quanto possível possa concretizar-se.

A Câmara de Évora recorreu ao Programa de Apoio à Economia Local (PAEL), em 2013, durante a anterior gestão PS, para um empréstimo de 32 milhões de euros para pagar dívidas de curto prazo.

Comments are closed.

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com