Cartuxa de Évora abre, pela primeira vez, para visitas guiadas

Cartuxa de Évora abre, pela primeira vez, para visitas guiadas

Terça-feira, 04 Agosto 2020
Alentejo

O Mosteiro de Santa Maria Scala Coeli, em Évora, vai abrir este mês e em setembro para quatro visitas guiadas, anunciou a Fundação Eugénio de Almeida (FEA).

Pela primeira vez, desde a sua reconstrução como eremitério, em 1960, a FEA promove um ciclo de visitas guiadas à Cartuxa de Évora que decorre até 19 de setembro, com entrada gratuita.

Local de oração e contemplação, o mosteiro foi, durante os últimos 60 anos, um espaço inacessível marcado pela clausura, silêncio e contemplação, como determinam os Estatutos da Ordem dos Cartuxos.

A Fundação Eugénio de Almeida promove um ciclo de visitas guiadas conduzidas por Luís Ferro, arquiteto e investigador, que privou durante dez anos com a comunidade residente no eremitério do Alentejo.

As visitas são realizadas em agosto e setembro, meses que separam a partida da comunidade dos cartuxos e o acolhimento das irmãs do Instituto das Servidoras do Senhor e da Virgem de Matará – o ramo feminino da Família Religiosa do Verbo Encarnado.

Segundo a FEA, o percurso das visitas revela as rotinas no mosteiro e locais repletos de simbologia dos quais se destacam o Pátio da Lavoura, espaço de trabalho manual e agrícola dos Irmãos conversos, o monumental claustro, a igreja, centro da vida cartusiana e as celas individuais, pequenas casas cujos detalhes narram com rigor a vida contemplativa dos monges cartuxos.

Comments are closed.

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com