CDS-PP de Évora exige demissão das direções do hospital e da ARS

CDS-PP de Évora exige demissão das direções do hospital e da ARS

Terça-feira, 01 Dezembro 2020
Alentejo

A Distrital de Évora do CDS-PP exige a demissão do conselho de administração do Hospital do Espírito Santo de Évora (HESE) e do conselho diretivo da Administração Regional de Saúde (ARS) do Alentejo.

A exigência consta de um comunicado da estrutura democrata-cristã, na sequência de alertas feitos pelo Sindicato Independente dos Médicos sobre alegadas dificuldades no Serviço do Gastroenterologia do HESE.

“Necessitamos de uma nova equipa dinâmica, combativa, dialogante e capaz de ser uma verdadeira interlocutora das necessidades dos utentes da região e dos profissionais de saúde”, pode ler-se no comunicado.

O CDS-PP de Évora diz que “não faz sequer sentido pedir a demissão ao atual Governo pela inércia e incompetência das direções do HESE e da ARS do Alentejo, pois estes têm sido inquestionavelmente os mandatários do mesmo na região para a saúde, traindo as necessidades da população do nosso distrito numa área tão crucial e necessária”.

“Exigimos sim que estas direções se demitam elas próprias dos seus cargos, numa derradeira demonstração de dignidade e respeito por aqueles que deveriam defender e cuidar no cumprimento das suas funções”, afirmam.

Para os democratas cristãos, “a direção da ARS do Alentejo e o conselho de administração do HESE têm sido manifestamente incapazes ou incompetentes para resolver os enormes desafios que a nossa região tem pela frente na área da saúde, ainda mais agora num momento excecional de pandemia”.

Comments are closed.

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com