Centro de Arte e Cultura da FEA em Évora reabre na segunda-feira

Centro de Arte e Cultura da FEA em Évora reabre na segunda-feira

Sábado, 16 Maio 2020
Alentejo

O Centro de Arte e Cultura da Fundação Eugénio de Almeida (FEA), em Évora, retoma a atividade na segunda-feira, com entrada gratuita, após dois meses de portas fechadas devido à pandemia da covid-19.

A reabertura será feita “no estrito cumprimento de todos os procedimentos necessários de higiene, segurança e distanciamento social”, sendo obrigatória a utilização de máscara e regular a desinfeção, higienização e ventilação do espaço, indicou a FEA.

Segundo a instituição, o Centro de Arte e Cultura (CAC) reabre com a exposição “Fahrenheit, a consagração de Babel”, de Luis Costillo, e a mostra de fotografia “Saudades dos Cartuxos”, com curadoria de José Alberto Ferreira.

Inaugurada em outubro passado, “Fahrenheit, a consagração de Babel”, comissariada por José Ángel Torres, é promovida em parceria com o MEIAC – Museo Extremeño e Iberoamericano de Arte Contemporâneo, sediado em Badajoz (Espanha).

“Saudades dos Cartuxos”, que retrata a presença dos monges cartuxos em Évora, com trabalhos dos fotógrafos Daniel Blaufuks, José M. Rodrigues, Paulo Catrica e Nacho Doce, entre outros, também foi inaugurada em outubro de 2019.

A programação do CAC inclui a inauguração, no dia 06 de junho, de “Strata”, com 24 pinturas da norte-americana Deanna Sirlin, uma das três mostras que integrava novo ciclo expositivo deste ano, que deveria ter começado no passado dia 25 de abril.

Comments are closed.

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com