Descoberta estrutura única no Complexo dos Perdigões em Reguengos

Descoberta estrutura única no Complexo dos Perdigões em Reguengos

Terça-feira, 04 Agosto 2020
Alentejo

A campanha arqueológica deste ano no Complexo dos Perdigões, perto de Reguengos de Monsaraz, permitiu desvendar uma estrutura considerada única na Península Ibérica.

“A escavação deste ano foi basicamente orientada para expor ao máximo possível a estrutura central de madeira que nos temos vindo a designar por ‘timber circle’”, revela o arqueólogo António Valera.

Trata-se, segundo o responsável pelas escavações, de uma estrutura que “tem paralelo no resto da Europa, mas que é única a nível da Península Ibérica”.

“É um recinto perfeitamente circular, que terá à volta de 20 metros de diâmetro e que é constituído por duas pequenas valas pelo exterior como postes, depois, uma outra vala pelo interior e entre essas valas há uma quantidade enorme de buracos de grandes postes que formariam esta estrutura”, referiu.

António Valera indicou que esta “verdadeira floresta de postes” é dada do “princípio do terceiro milénio, portanto, do princípio do calcolítico”.

“Tem essa particularidade de ser a primeira vez que na Península Ibérica aparece um monumento com estas características”, concluiu.

Este importante sítio suscitou o interesse da comunidade científica internacional, tendo-se convertido numa referência para a investigação da pré-história europeia.

A investigação científica do Complexo dos Perdigões está em curso desde 1997.

O Núcleo Arqueológico dos Perdigões é um importante conjunto pré-histórico com cerca de 5.000 anos, constituído pelos vestígios de um santuário megalítico, incluindo diversos menires e um extenso povoado e incorpora um cemitério de sepulturas, situado a cinco quilómetros da Herdade do Esporão.

Imagem: ERA Arqueologia

Comments are closed.

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com