Domingos Cordeiro admite tentar travar eleições na AFE

Domingos Cordeiro admite tentar travar eleições na AFE

Terça-feira, 15 Setembro 2020
Alentejo

O advogado Domingos Cordeiro, cuja candidatura à presidência da Associação de Futebol de Évora (AFE) não foi admitida, está a ponderar interpor uma providência cautelar para travar as eleições, que estão marcadas para o próximo sábado.

Em declarações à DianaFM, Domingos Cordeiro, que já presidiu anteriormente à AFE, diz estar a estudar o despacho do presidente da Mesa da Assembleia Geral da AFE, Carlos Almeida, sobre as candidaturas.

“Poderá haver fundamento para irmos para a via judicial, eventualmente, através de uma providência cautelar”, afirma.

Segundo o despacho, a candidatura de Domingos Cordeiro não foi admitida, porque a sua lista não apresentou candidatos a todos os órgãos, nomeadamente aos Conselho de Arbitragem, Conselho de Disciplina e Conselho Técnico.

Mas Domingos Cordeiro tem outro entendimento dos estatutos da associação e faz críticas ao processo eleitoral, que, considera, está marcado pela “falta de rigor e transparência”.

“Não existe na associação um regulamento eleitoral, o processo é exclusivamente conduzido pelo presidente da mesa da assembleia geral, que é parte interessada no resultado da eleição, uma vez que se recandidata ao cargo na lista do meu opositor”, refere.

As eleições para a Associação de Futebol de Évora estão marcadas para sábado.

O atual presidente António Pereira é o único candidato à presidência da AFE.

Comments are closed.

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com