Estrela de Vendas Novas resignado com derrota administrativa

Estrela de Vendas Novas resignado com derrota administrativa

Terça-feira, 17 Maio 2022
Alentejo

O Estrela de Vendas Novas não vai recorrer da decisão do Conselho de Disciplina (CD) da Associação de Futebol de Évora que puniu a equipa com uma derrota no jogo com o Monte do Trigo, das meias-finais da Taça Dinis Vital em futebol.

Esta partida entre Monte do Trigo e Estrela de Vendas Novas, disputada a 16 de abril, foi interrompida aos 22 minutos quando Kaiã pontapeou o árbitro Carlos Roldão da Silva.

Hoje, em comunicado, a comissão administrativa do Estrela garantiu que “tudo fez para defender os interesses do clube e garantir a retoma do jogo”, que permitia que, “através da verdade desportiva, o legítimo vencedor fosse apurado para a final”.

Segundo o acórdão, a que a DianaFM teve acesso, além da derrota no jogo, o Estrela também foi condenado a pagar uma multa de 250 euros.

Já o jogador Kaiã, que, entretanto, já deixou o Estrela, foi punido com seis meses de suspensão e o pagamento de uma multa de 250 euros.

O Monte do Trigo vai disputar a final da Taça Dinis Vital com o Lusitano, no próximo sábado, no Campo Estrela, em Évora.

Quando o jogo foi interrompido, o Monte do Trigo vencia o Estrela por 1-0.

O árbitro foi assistido pelo massagista da equipa visitada e considerou que “não dispunha de condições físicas nem psicológicas para retomar o jogo”, pode ler-se no acórdão.

Comments are closed.

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com