Estremoz: BE questiona venda de monumento nacional

Estremoz: BE questiona venda de monumento nacional

Segunda-feira, 27 Junho 2016
Alentejo

O Bloco de Esquerda (BE) questionou o Governo sobre a venda da Antiga Casa do Alcaide Mor do Castelo de Estremoz, edifício que está classificado como Monumento Nacional.

Na pergunta dirigida ao ministro da Cultura, o BE refere que a Câmara de Estremoz vendeu o imóvel “a um representante provisório de uma empresa de fachada com sede numa caixa de correio dum paraíso fiscal e sucursal num edifício devoluto em Estremoz”.

Além disso, segundo os bloquistas, o pagamento inicial foi feito com “um chegue sem provisão”, facto relevado pela câmara que concedeu um novo prazo para que o cheque tivesse provimento.

No entanto, assinala o BE, apesar de não ter sido respeito o novo prazo por parte do arrematante, a Câmara de Estremoz não anulou a venda que se mantém efetiva.

O edifício foi vendido em hasta pública à Iris Holding Group, por 279 mil euros.

“Tem o governo conhecimento desta situação?”, “Acompanhou a Direção-Geral do Património Cultural este processo de venda por parte da Câmara de Estremoz?” e “vai o Governo interceder junto da Câmara de Estremoz no sentido de anular a venda?” são algumas das pergunta dos bloquistas ao Governo.

Este assunto é abordado por Bruno Martins na sua crónica desta semana.

Deixe um comentário

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com