Estudantes com dificuldades para encontrar quarto em Évora

Estudantes com dificuldades para encontrar quarto em Évora

Quarta-feira, 12 Setembro 2018
Alentejo

Évora não foge à regra. O número de quartos para estudantes diminuiu e o preço das rendas aumentou quase para o dobro.

O cenário é traçado à DianaFM pela presidente da Associação Académica da Universidade de Évora, Ana Rita Silva.

“Todos os anos preparamos uma lista de casas antes de começar esta fase das matrículas”, mas “este ano nós próprios tivemos imensa dificuldade”, afirma.

A dirigente estudantil diz que a AAUE conseguiu”uma lista reduzida”, com “16 casas ou nem chega a isso”.

Assim, “torna-se muito complicado, porque os pais vêm nos perguntar muito aflitos porque não encontram casas e nós também não temos solução”, frisa.

Segundo a presidente da AAUE, “os preços também subiram”.

“Conseguíamos arranjar facilmente casas entre os 150 euros e um máximo de 250 e, agora, chegamos a ter quartos a 375 euros”, assinala.

Ana Rita Silva refere que, tal como noutras cidades, os proprietários “estão a optar pelo turismo e a transformar as casas em [unidades] de alojamento local” e, assim, “deixa de haver casas para os estudantes”.

“Não sei qual será a melhor medida, mas terá de partir das câmaras ou do Governo. Alguma coisa tem de ser feita”, acrescenta.

Ao todo, a academia terá este ano cerca de sete mil alunos.

Comments are closed.

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com