Europa: Carlos Moedas quer mais projetos de universidades e empresas portuguesas

Europa: Carlos Moedas quer mais projetos de universidades e empresas portuguesas

Terça-feira, 01 Dezembro 2015
Internacional

O Comissário Europeu Carlos Moedas quer ver mais projetos conjuntos de universidades e empresas portuguesas a concorrer ao programa Horizonte 2020.

O desafio para os próximos anos, segundo o responsável europeu pela pasta da Investigação, Ciência e Inovação, é“transformar a ciência em produto”.

“As universidades portuguesas são excelentes a conseguir ter consórcios e a meter projetos com outras universidades de outros países”, assinalou Carlos Moedas.

Contudo, o comissário europeu observou que ainda há muito a melhorar, nomeadamente “ter mais empresas portuguesas que consigam também entrar nos concursos europeus do Horizonte 2020 juntamente com universidades”.

O comissário europeu falava num encontro com jornalistas portugueses, no Parlamento Europeu, em Estrasburgo (França), na semana passada.

O programa da União Europeia de incentivo à investigação e inovação “Horizonte 2020”, que entrou em vigor em janeiro de 2014, prevê um investimento de cerca de 80 mil milhões, em sete anos.

Deixe uma resposta