1602 – Ultrapassar: sabe onde é proibido?

Crónica GARE
Terça-feira, 30 Junho 2020
1602 – Ultrapassar: sabe onde é proibido?
  • Na Estrada em Segurança

 

A ultrapassagem é uma manobra que altera a ordem normal de circulação, uma vez que invade a parte da estrada que é destinada ao sentido contrário. Quando a circulação é de dois sentidos, há risco de nos cruzarmos com veículos que vêm de frente. Daí que seja uma manobra perigosa em estradas ou ruas que tenha uma via para cada sentido de marcha, pela probabilidade de sofrer uma colisão frontal.

Uma manobra que deve ser evitada quando, durante a condução, existam circunstâncias ambientais ou de terreno que dificultem a visibilidade e quando a sinalização da via, mediante painéis informativos, sinais verticais e horizontais, nos indicam expressamente a proibição de ultrapassar. No entanto, há locais onde não pode ultrapassar, vejamos:

Nas curvas e em zonas onde a inclinação da estrada muda, a visibilidade é reduzida, e aumenta o risco de colidir com os veículos que circulam na direção contrária à nossa. Tanto as curvas como as inclinações são troços da estrada que devem estar devidamente sinalizados com sinais horizontais, ou seja, uma ou duas linhas longitudinais contínuas que delimitam a via em que circulamos.

Além disso, as ditas linhas complementam o sinal vertical de proibição de ultrapassagem, que indicam a proibição de se adiantar a veículos a motor que circulem na estrada desde o local onde está situado o sinal até ao próximo sinal que indique «fim da proibição de ultrapassagem».

Nos cruzamentos e proximidades é logicamente proibido ultrapassar, pois podemos encontrar-nos com outros veículos, ciclistas ou peões com o consequente risco de colisão ou atropelo. Isto não se aplica no caso de uma praça de circulação giratória, apesar de não se poder esquecer que deve retornar à direita antes de sair na saída que pretende.

Nas passadeiras e proximidades é proibida a ultrapassagem devido ao risco de atropelamento. Um risco somado a estes sítios são as faixas para bicicletas anexas à zona onde os peões atravessam. Por isso, há que ir especialmente atento porque pode não passar apenas um peão, as também um ciclista.

Finalmente, é preciso deixar claro que a proibição de ultrapassar, além dos casos já enumerados, pode estar imposta por dois motivos: sinalização fixa ou circunstancial da via devido a um corte na estada ou obras na mesma e por condições adversas à condução, como por exemplo, névoa, chuva, neve ou fumo que impeçam ou dificultem a visibilidade dos veículos, ciclistas ou peões que se aproximem de nós. Portanto, antes de ultrapassar: olhe em sua volta.

Esta informação foi retirada da página Circula Seguro, onde pode ler esta e outra informação sobre segurança rodoviária.

Assim me despeço.

Conduza… em segurança!

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com