Povo Turco Trabalhador

Crónica de Opinião
Terça-feira, 21 Maio 2024
Povo Turco Trabalhador
  • João Leal da Costa

Na semana passada, na reunião plenária de dia 17 de Maio na assembleia da república, foi proferida uma frase que levantou um coro de críticas, uma segunda discussão para além dos temas que estavam em debate na área da habitação e infraestruturas. A frase foi proferida pelo deputado André Ventura, que, ao referir-se ao tempo de construção do novo aeroporto, utilizou o exemplo do aeroporto de Istambul para dizer (abrindo aspas) “O povo turco não é conhecido propriamente como o povo mais trabalhador do mundo” mas que teria um tempo de construção inferior ao português. As bancadas parlamentares entraram, logo de seguida num bate-papo e numa discussão frenética sobre o tipo de discurso proferido na câmara e que aquelas palavras não poderiam ser ditas na assembleia por serem conotadas como incitamento ao ódio, atribuição coletiva de culpa ou estereótipos, racismo de entre outros adjetivos usados. O presidente da assembleia da república invocou o direito à liberdade de expressão consagrada na constituição para referir que os deputados teriam o direito de se expressarem da forma que entendessem desde que feitos num registo democrático e que nunca seria ele que iria censurar ou limitar a liberdade de expressão de um qualquer deputado.
Ora, este entendimento, na minha opinião, é o mais correto, não só porque a frase proferida não é, na minha opinião razão de censura ou limitação, como também os limites a essa liberdade são os que já estão consagrados na lei sobre o incitamento ao ódio e à violência.
O que alguns deputados tentaram fazer foi um aproveitamento político, o que ainda dá mais força ao populismo. Sustentados supostamente numa proteção de minorias, raças ou etnias
amplificaram o tema fazendo transparecer que o que se tinha passado tinha sido um ataque direto, discriminatório e racista a um povo. Cada um terá a sua opinião, livre, sobre se a frase é digna, indigna ou se deveria ou não, ter sido dita e assim deverá o assunto ser dado por terminado não fazendo disto um tema maior porque não o é. O eleitorado fará o seu julgamento e o meu, é de que analisando o que foi dito, não é verdade que o povo turco seja um povo menos trabalhador, desde logo porque comparando com os portugueses o indicador de produtividade e de horas trabalhadas é bastante superior ao português. A produtividade em termos de PIB per capita é de 83,7 mil euros em 2023 na Turquia contra 64,8 mil euros em Portugal e uma média semanal de horas trabalhadas de quase 46 contra 39,6 horas em 2022, segundo dados da OCDE.

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com