A alegada discriminação dos não-vacinados

Nota à la Minuta
Quarta-feira, 24 Novembro 2021
A alegada discriminação dos não-vacinados
  • Alberto Magalhães

Os protestos aumentam em vários países da Europa, centrando-se sobretudo nas medidas que visam aumentar a pressão sobre os cidadãos que, sob este ou aquele pretexto, resistem a deixar-se vacinar contra a covid-19. Esta pressão pode ir da limitação de cada vez mais actividades aos possuidores do certificado de vacinação ou equivalente, até à vacinação obrigatória, já decretada na Áustria.

Há quem veja nisto uma injusta discriminação entre os “bons” e os “maus”, ou entre os “conformistas” (que se deixaram vacinar) e os “rebeldes” (que lutam pela liberdade de se deixarem infectar). Alguns argumentos desta minoria (e em Portugal são mesmo uma reduzida minoria) dão que pensar, o primeiro dos quais se aplica especialmente bem ao nosso país e é, precisamente, a constatação de que serão uma minoria residual e, portanto, pouco mais que inofensiva. Outro argumento de peso é que, se a vacina serve para reforçar a imunidade do próprio, mas não evita a transmissão do vírus a outra pessoa, em termos de saúde pública tanto faz estar ou não estar vacinado.

Mas vejamos, tendo 87% da população as duas doses e excluindo as crianças com menos de 12 anos, resta-nos de facto uma minoria de não-vacinados. Mas atenção, se forem 5% são 500 mil pessoas espalhadas pelo país. Depois, se é verdade que o estar vacinado não me livra de ser infectado e não me impede de infectar terceiros, é preciso ter em conta que a probabilidade disso acontecer é razoavelmente menor do que se não estivesse vacinado. Daí, na minha opinião, não se poder dizer que é injusto discriminar os não-vacinados pois o seu estado, voluntário, pode ter implicações negativas na saúde dos outros.

Digo ainda que, neste momento, temos o problema dos vacinados com perda de imunidade (mas não total, o que os distingue dos não-vacinados). Os primeiros, precisam da dose de reforço sem demoras, já!

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com