A barbárie voltou!

Crónica de Opinião
Quarta-feira, 11 Outubro 2023
A barbárie voltou!
  • José Policarpo

Vivemos tempos muito complexos dominados pela bolha mediática e pelas redes sociais. No entanto, a realidade, em determinados aspetos, será mais dura e crua do que a ficção colocada nos meios de comunicação, quer nos convencionais, quer, também, nos de última geração, (redes sociais).
No último sábado acordámos com a notícia de que Israel tinha sido invadido pelo Hamas na vertente armada deste movimento sunita, radicado na Palestina. Se todos conhecemos as reivindicações deste movimento pela defesa de um Estado único e islâmico, talvez a maior parte de nós nunca colocasse em tese que fosse possível o Estado de Israel ser atacado da forma que o foi.
Segundo os relatos publicados o Hamas é responsável pela morte de mais de 900 civis inocentes e raptaram quase 200. Não se trata de um sequestro com foi referido por alguns comunicadores de notícias, mas sim de muitos raptos. Os terroristas pegaram em civis israelitas, contra a sua vontade, e levaram-nos para parte incerta.
Obviamente que, o Estado Israelita, colocou em marcha uma contraofensiva devastadora contra o Hamas na facha de gaza, legitimada pela agressão sofrida. Não sabemos quando será o fim desta guerra. Mas poderemos projetar que morrerão muito inocentes, crianças, mulheres e idosos.
Não sendo especialista em guerra e no médio oriente, mas vou deixar aqui uma pergunta que para mim é evidente: o conflito Israelo-palestiniano só terminará quando os palestinianos tiverem uma qualidade de vida igual ou superior à dos israelitas. Por isso, ataquem-se as causas e não as consequências.

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com