A cidade de Évora não é do Partido Comunista Português!

Crónica de Opinião
Quarta-feira, 10 Março 2021
A cidade de Évora não é do Partido Comunista Português!
  • José Policarpo

 

 

Sou um convicto defensor da liberdade de expressão, do exercício dos direitos políticos, mas foi com grande estupefação e não menos desagrado que pude observar a praça do Giraldo cheia de bandeiras evocando os cem anos da existência do partido comunista português.

Tenho sérias dúvidas que, a quantidade de bandeiras hasteadas na principal praça da cidade, tenha cobertura legal. Não posso, todavia, aceitar que, do ponto de vista da imagem da cidade, que é património da humanidade, possa ser maltratada com este tipo de iniciativas. Se tivesse outra índole, viria, também, aqui manifestar o meu total desagrado.

O presente executivo foi legitimamente eleito pelos eleitores eborenses para liderar os destinos da cidade nos últimos quatros anos, mas o mandato não significa serem donos da cidade. O executivo é constituído por militantes do partido comunista português, porém, tem o dever de responder pelos seus atos perante os eborenses, não ao partido onde militam.

A cidade de Évora é de todos, de todos sem exceção. Por isso, a sua notoriedade, grandeza e monumentalidade deverão estar acima das ideologias partidárias e, os executivos municipais, em circunstância alguma, poderão colocar em causa a imagem da cidade, seja por que motivo for. E, muito menos, para comemorações partidárias como aquelas que ocorreram no último fim de semana.

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com