A culpa é do capitalismo

Nota à la Minuta
Quarta-feira, 23 Março 2022
A culpa é do capitalismo
  • Alberto Magalhães

 

 

De todos os argumentos usados pelas forças anti-ocidentais para relativizarem a bárbara e ilegal invasão da Ucrânia, sobressai, pelo rebuscado da sua tentativa de enfiar os factos num colete teórico onde manifestamente não cabem, a narrativa de que foram os países capitalistas, com os EUA à cabeça, a empurrar a Rússia para uma desesperada solução militar, ‘antes que fosse tarde de mais’ (curiosamente, ainda ontem pudemos ouvir da boca do porta-voz do Kremlin este argumento).

Mas a parte delirante vem a seguir e começa com uma pergunta: ‘quem ganha com esta guerra? E continua numa explicação: ‘A Ucrânia não é, só perde; a Rússia também perde. Ora, quem ganha são os capitalistas, fabricantes de armamento, mas também os que vão ganhar milhões a reconstruir a Ucrânia’.

Chegados aqui, temos duas alternativas de explicação, alegadamente marxistas, mas de difícil adesão à realidade: Ou Putin, vá-se lá saber porquê, fez o jeito aos fabricantes ocidentais de armamento, para que eles pudessem vender armas à Ucrânia, para esta matar soldados russos; ou trata-se de um arranjinho entre os fabricantes de todo o mundo, incluindo os russos, para despachar armamento para os dois lados do conflito.

Como teoria da conspiração, não é das piores. Parece mesmo muito razoável se comparada, por exemplo, à teoria da Terra plana.

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com