Ano novo, noticias velhas!

Crónica de Opinião
Quarta-feira, 09 Janeiro 2019
Ano novo, noticias velhas!
  • José Policarpo

 

 

Já várias vezes falei aqui sobre o mau estado da rede vária que serve o concelho e a cidade de Évora. Na minha opinião, e, atrevo-me a pensar que todos me acompanham, não será muito melhor do que rede que existia na idade média. Só que esta foi construída há vários séculos.

Na verdade, o estado calamitoso em que se encontra a rede viária do concelho de Évora começa a roçar o caricato. Não vou particularizar. Podia falar-vos dos acessos à cidade de Évora, via Estremoz, via Reguengos, via Montemor. Também podia da falar-vos da variante e da circular, como, na generalidade das estradas municipais, mas fica para outra altura.

Há, porém, uma que gostaria de evidenciar, que é a rua de São Mancos. Para quem não está a visualizá-la, fica no centro histórico e desemboca praticamente no largo das Portas de Moura. Esta rua serve peões e veículos automóveis e é muito utilizada por estes e por aqueles. Tem dois buracos, quase crateras, que são um perigo para as pessoas e, podem provocar danos, aos veículos que aí circulam diariamente.

Ora é inadmissível que o município de Évora não tenha já disponibilizado os trabalhadores da câmara para resolverem esta situação. Não só é urgente por perigosa, como, também, constitui uma imagem de desleixo para quem nos visita. Há comemorações e, bem, dos anos volvidos da atribuição da qualidade de património da humanidade, mas se a mesma não for preservada, poderemos perdê-la. Esta qualidade, o de património da humanidade, também nos obriga a preservá-la todos os dias.

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com