Crónica de curtas

Crónica de Opinião
Quinta-feira, 28 Março 2019
Crónica de curtas
  • Eduardo Luciano

 

 

Nas últimas duas semanas não me foi possível cumprir a tarefa de produção da crónica semanal e por isso acumulei um conjunto de temas que me merecem algumas curtas observações.

Comecemos pelos passes para utilização dos transportes públicos na zona de Lisboa e pelas reacções que provocaram nalgumas figuras mais ou menos conhecidas.

O PS agarrou na decisão e mandou fazer uma bandeira como se não tivesse durante 30 anos impedido a sua concretização, ignorando que foi pela luta dos utentes e pela persistência das propostas do PCP que agora se viu obrigado a adoptá-la.

Alguns residentes no interior que nunca usaram um transporte público, com excepção do avião que apanham para ir de férias, vieram gritar que os seus impostos iriam servir para subsidiar o serviço público de transporte dos que vivem em Lisboa, como se isso fosse verdade.

Em Paris as manifestações dos coletes amarelos foram proibidas e o centro da cidade passou a ser ocupada pela polícia, impedindo qualquer tipo concentração de cidadãos. Um dia destes ainda alguém se proclama presidente interino de França, os Estados Unidos ameaçam repor a democracia no país e a União Europeia impõe um bloqueio económico que obrigará à demissão de Macron.

A pré campanha para as eleições para o parlamento europeu já está na rua e a dificuldade dos candidatos do PS, PSD e CDS em se distinguirem nas opções é uma evidência incontornável.

Uns dizem que são o futuro porque têm um cabeça de lista diferente que defende o mesmo que os anteriores, outros afirmam-se como os campeões da Europa, como se a Europa e União Europeia fossem sinónimos. Na prática pretendem o mesmo e não conseguem encontrar elementos de diferenciação.

No Brasil, Bolsonaro determina que os militares podem comemorar o período da ditadura militar, dando mais um passo no aprofundamento do fascismo no país, contrariando os que não acreditavam na seriedade da ameaça, ou que consideravam um exagero os avisos para o que aí vinha.

Por cá, o município de Arganil vai utilizar cabras para operações de limpeza florestal. Parece-me muito bem e devíamos seguir-lhe o exemplo.

Até para a semana

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com