Culturas mediterrânicas em perigo

Nota à la Minuta
Sexta-feira, 18 Janeiro 2019
Culturas mediterrânicas em perigo
  • Alberto Magalhães

 

 

Pelo nome ninguém daria nada por esta bactéria – perigosa, muito perigosa – que acaba de chegar a Portugal. Trata-se da Xylella fastidiosa, que foi detectada em Vila Nova de Gaia, num viveiro de “lavanda”. A fastidiosa, é transportada por insectos que, uma vez infectados, a mantém consigo enquanto estiverem vivos.

Maria do Rosário Félix, responsável pelo Laboratório de micologia do Instituto de Ciências Agrárias e Ambientais Mediterrânicas da Universidade de Évora, explicou ao jornal Público que, quase inevitavelmente, a Xylella fastidiosa chegará ao Alentejo, pondo em risco sobretudo as oliveiras, mas também outras plantas mediterrânicas como as amendoeiras, a vinha, os citrinos, e até os sobreiros.

Como as plantas doentes não têm tratamento, resta a aposta na prevenção, impedindo a circulação de plantas infectadas, e a contenção de danos, destruindo imediatamente, sem hesitações, as árvores contaminadas. Na Universidade de Évora tentam encontrar um antídoto, uma espécie de vacina que, no entanto, nunca poderá proteger plantas adultas já infectadas. Enfim, esperam-se problemas e será bom que o país se prepare.

Entretanto, Theresa May sobreviveu a uma moção de censura e Rui Rio viu aprovada, pelo Conselho Nacional do PSD, a sua moção de confiança por uns, medianamente confortáveis, 60%. Veremos quanto tempo lhes dura a bonança.

 

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com