Escassez de pessoal qualificado…

Crónica de Opinião
Sexta-feira, 07 Junho 2019
Escassez de pessoal qualificado…
  • Rui Mendes

 

 

Por informação recentemente obtida soubemos que há empresas sediadas em Évora que referem ter dificuldade em recrutar para determinadas funções, em especial quadros qualificados que revelem particulares comportamentos.

Entendem alguns sectores empresariais que remunerações baixas são um factor de atracção de novas empresas, e que trazer novas empresas aumenta de competitividade da região.

Ora, as baixas remunerações não só mostram que o tecido empresarial é pouco competitivo, como é um factor que não fixa quadros qualificados.

É uma questão da governação das empresas. Saber recrutar é um acto de fundamental importância na vida das organizações. Saber segurar os recursos humanos que criam valor é um acto de sobrevivência para as organizações.

Com taxas de desemprego baixas os quadros qualificados tendem a ser mais procurados, têm mais mercado, pelo que quem deles precisa terá que criar as condições para os atrair, seja por via da remuneração, seja por outro tipo de incentivo.

A disputa por recursos humanos qualificados é uma das contingências do mercado. É a lei da oferta e da procura a funcionar.

Se as empresas da região de Lisboa, com a qual a nossa região tem fronteira, conseguem ser suficientemente atractivas, ao ponto de atrair muitos dos jovens que são formados na região, é porque têm capacidade para acolher e fixar quadros qualificados, mas não o fazem certamente com políticas de baixas remunerações.

Estamos certos que as condições que devem nortear um qualquer recrutamento devem atender ao ambiente social e económico em que as organizações estão envoltas. Se quadros qualificados escasseiam neste ambiente, as empresas terão que desenvolver políticas que lhes permitam competir por esses quadros.

Contudo, a prática de baixas remunerações não é factor que permita atrair quadros qualificados, pelo que o problema não estará só na falta de quadros, mas sim no que se lhes oferece.

 

Até para a semana

 

Rui Mendes

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com