Estaline era melhor que Salazar?

Nota à la Minuta
Segunda-feira, 07 Março 2022
Estaline era melhor que Salazar?
  • Alberto Magalhães

O PCP, é hoje mais que evidente, deixou há muito de ter uma ligação estreita com o povo que diz defender, se é que alguma vez a teve. Conheci um canito que ladrava furiosamente a quem, diante dele, invocava o nome de Trump. O PCP sofre do mesmo condicionamento em relação a três nomes: EUA, NATO e, mais moderadamente, UE.

Esta idiossincrasia, treinada ao longo de décadas, deixou-o agora na posição isolada de apoio ignóbil a Putin, mascarado de não-apoio com o rabo de fora. A posição é de tal maneira insustentável que alguns autarcas do partido (veja-se as câmaras de Grândola, Palmela e Santiago do Cacém e saliente-se também a posição do Presidente da autarquia eborense) sentiram a necessidade (ou aproveitaram a oportunidade) de condenar, sem ambiguidades a invasão russa da Ucrânia.

Vem agora Jerónimo de Sousa esfarrapar as vestes pela honra do partido e clamar, como é da praxe, contra o anti-comunismo primário, como se isso fizesse algum sentido. De uma vez por todas: o anti-comunismo não é primário, é secundário a todas as patifarias que, em nome de um futuro radioso, os partidos comunistas levaram a cabo, sempre que tiveram o poder por tempo suficiente.

Com todas essas patifarias, que por junto geraram várias dezenas de milhões de mortos, para não falar dos escravizados, o PCP contemporizou, apoiou, defendeu. Perguntareis: então o glorioso passado anti-fascista, não conta? Conta. Mas só conta porque não conseguiu substituir o Estado Novo por um regime ainda mais tenebroso. Ou Estaline era melhor que Salazar?

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com