Exige-se a mudança!

Crónica de Opinião
Quarta-feira, 05 Dezembro 2018
Exige-se a mudança!
  • José Policarpo

 

No fim-de-semana passado Portugal fora reconhecido como o melhor destino turístico do Mundo. Noticia que devemos orgulhar-nos e, sobretudo, agradecer a todos quanto contribuíram para este prestigiado galardão. Eu que, sou um grande crítico, de muitas decisões politico, neste caso, todos os governos, têm andado bem. O da geringonça também tem os seus louros, a sua quota-parte, é devida neste mérito.

Na verdade, o caminho que tem sido levado a cabo pelos empresários e pelas instituições públicas ligados ao turismo nas regiões de Lisboa, Porto, Madeira e Algarve, tem sido o mais correto. Pois, só assim se explica a quota de mercado alcançada. Porém, há uma pergunta que na minha opinião devemos colocar. O mesmo tem acontecido na generalidade das regiões e distritos do nosso país? Tenho muitas dúvidas que assim seja.

Por exemplo, no caso de Évora, não obstante o acréscimo de turismo verificado nos últimos anos os empresários ligados ao turismo, restauração e comércio da cidade, queixam-se constantemente de que a oferta existente em Évora não prende os turistas mais do que uma noite e muitos não deixam cá um euro.

A imagem da cidade continua num processo de degradação. O lixo, a falta de iluminação, como uma sinalética quase inexistente não contribuem para que exista uma procura endinheirada. A animação da cidade é escassa e pouco direcionada para os turistas com mais poder de compra.

Ora, o poder público, sobretudo a câmara municipal e os empresários ligados ao turismo, hoteleiros, empresas de restauração e comerciantes, devem levar a cabo uma reflexão que tenha como objetivo principal a mudança do paradigma atual. Não sou um especialista na matéria, porém sem estar definido o mercado a atingir não sairemos da “cepa torta”. Os turistas, em média, não pernoitam duas noites, e o dinheiro que cá deixam é pouco significativo. A cidade de Évora tem um potencial e potencialidades únicos no território nacional. A mudança, por isso, exige-se.

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com