Expliquem-me a distância, por favor

Crónica de Opinião
Terça-feira, 02 Junho 2020
Expliquem-me a distância, por favor
  • Cláudia Sousa Pereira

 

 

Mais do que nunca se torna importante agora que as várias distâncias, relativas como o Tempo, sejam definidas e explicadas. Mas a explicação que está em falta também é a que se aplica ao ensino que faço à distância – eu na minha casa, os alunos nas deles – e que, ao que parece, passou a chamar-se “ensino a distância”.
O que estava errado na expressão ou no conceito usados por todos até 2020? Digo 2020 porque foi agora que o uso se generalizou e a estranheza da decisão assume contornos de ridículo, já que é preciso mais do que só virem dizer que é assim, e pronto. Já não estamos na época das versões “explicadas ao Povo e às Crianças” do antigamente. Todos os cidadãos têm direito a explicações completas. O que não tem sido o caso, já que as duas formas não são nem incompatíveis para significar o mesmo, nem uma está errada e a outra certa.
Porquê mudar então uma prática que não estava errada, segundo conceituados dicionários? Os linguistas não gostam de crases, que é o nome que se dá à soma da proposição com o artigo e resulta em à, com acento?
Ou “ensinam a distância” como quem “escreve a caneta vermelha” para corrigir os incultos?
Percebe-se que em 2020 a distância tem mesmo de se ensinar, por uma questão de saúde. O que o bom senso e as boas maneiras já o garantiam há muito, mas que, hélas!, não chegava a todos e era até conscientemente contrariada como uma agenda política ou interesseira. Mas hoje é manifestamente insuficiente esta imposição, que não consegue demonstrar o erro, só porque sim.
É, na minha opinião, politicamente incorrecto insistir no uso de formas de expressão e comunicação ambíguas. Até porque parece servir apenas para manter uma certo mau uso de pergaminhos, infelizmente muito em voga em elites de rastos. O que, como dizem os meus alunos, “é só” ridículo. A mim, nesta, não me apanham.
Até para a semana.

 

Cláudia Sousa Pereira

Universidade de Évora
Departamento de Linguística e Literaturas
CIDEHUS.UÉ
Centro interdisciplinar de História, Culturas e Sociedades

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com