Inflação 2022

Sexta-feira, 18 Março 2022
Inflação 2022

 

Apregoa-se que na próxima semana acontecerá uma descida histórica no preço da gasolina e do gasóleo.

Veremos qual será o montante das descidas, mas ainda que possam ser expressivas não irão colocar o preço da gasolina e gasóleo em valores próximos aqueles que possuíam no tempo anterior à guerra, porquanto têm sofrido fortes aumentos nas últimas semanas.

A subida do preço da energia vem acontecendo há muitos meses. A guerra da Ucrânia veio apenas agravar a situação.

O aumento dos custos da energia faz aumentar os demais produtos, atendendo a que a energia pesa significativamente na cadeia de custos da produção e da distribuição.

O aumento generalizado dos preços também não aconteceu agora em resultado da guerra na Ucrânia.

Muitos produtos, incluindo de primeira necessidade, como o pão, já haviam tido significativos aumentos no final de 2021 e no início de 2022. E aconteceram quando ainda ninguém esperava que a Ucrânia viesse a ser invadida pelos russos.

Naturalmente que a guerra terá, também, os seus efeitos no aumento dos preços, agravando a tendência.

Aliás, sabíamos que 2022 seria um ano em que a inflação começaria a se sentir de uma forma mais significativa. O que não era expectável era que o custo de vida aumentasse tão expressivamente. A inflação este ano poderá situar-se acima dos 4%, pese embora todas as incertezas que 2022 nos poderá ainda trazer.

Bem sabemos que estamos ainda no princípio do ano. Mas uma coisa é certa. Este ano a inflação será bem superior ao aumento dos salários.

Será mais um ano de empobrecimento. Em que o aumento salarial não irá sequer compensar o aumento gerado pela inflação no custo dos bens e serviços.

Enfim, este tem sido o caminho seguido. Na última década os salários pouco cresceram, resultando na perda do poder de compra e, consequentemente, na perda da qualidade de vida.

Quando o Governo definiu em 2021 que o aumento salarial para a administração pública para 2022 seria de 0,9%, sendo esse por tradição o referencial de aumento salarial do setor privado, sabíamos que seria um montante insuficiente para compensar os efeitos da inflação. Agora estamos certos que 2022 será mais um ano de empobrecimento dos portugueses, só que desta vez de forma mais significativa.

 

Até para a semana

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com