Mais uma Feira de S. João: Onde pára o grande debate público?

Crónica de Opinião
Segunda-feira, 19 Março 2018
Mais uma Feira de S. João: Onde pára o grande debate público?
  • Maria Helena Figueiredo

 

 

Segundo foi anunciado, na última reunião da Câmara Municipal de Évora falou-se da Feira de S. João.

De acordo com o comunicado da Câmara, foi decidido que o tema inspirador da próxima Feira de S. João será “Évora pela Paz, 100 anos de Armistício”. E foi abordado o futuro da Feira, que segundo o Presidente começou a ser debatido na Comissão Municipal de Economia e Turismo no último mandato, tendo apenas sido interrompido por causa de ser ano de eleições.

Poderia limitar-me a encolher os ombros e não dar mais atenção, mas de facto a moda da “post verdade” que ataca frequentemente as informações que nos chegam da Câmara, chegou também ao tantas vezes anunciado “grande debate” sobre a Feira. Para ser franca, já cansa tanta mistificação.

É que, caros e caras ouvintes, não só não houve ainda o tal grande debate público que desde a campanha eleitoral de 2013 – sim 2013 ! – a CDU tem anunciado, como também a Comissão Municipal de Economia e Turismo não deu inicio ao dito debate, que o Sr Presidente diz que se iniciou.

Para dizer a verdade, no último mandato o que o Sr Presidente da Câmara de Évora disse na Comissão foi que devia ser feito esse debate, que os membros da Comissão pensassem nisso e em propostas a apresentar no futuro. Mas o debate ficou por aí.

O certo é que esta Câmara já organizou 4 feiras e já decidiu o que ia fazer na 5ª sem ouvir quem quer que fosse.

E se de facto houver algum debate público os resultados não terão reflexo na próxima feira, talvez…com sorte, talvez, para 2019 haja reflexos. Ou já agora, em 2020, que sempre servirá para munição para as eleições do ano seguinte.

Ora, se a Feira de S. João não fosse um momento importante na vida da cidade e do concelho, se não fosse um dos nossos elementos identitários teria pouca importância que o Sr Presidente anunciasse que vai recomeçar um debate que não iniciou.

Mas a Feira é importante e o que nós vamos assistindo, de ano para ano, é ao seu empobrecimento, cada vez mais dispersa, cada vez com menos atractivos e a realizar-se seguindo um modelo objectivamente esgotado.

Por isso importa o futuro da Feira de S. João, importa que todos e todas sejam chamados e possam dar a sua opinião. Para mim, aliás, esta seria uma daquelas questões em que os munícipes não só poderiam dar opinião mas também deveriam ser chamados a participar na decisão a ser tomada.

Lembrando que a CDU ainda há meia dúzia de meses falava em “aprofundar uma gestão participada, democrática aberta e transparente, incentivando os cidadãos a participar nos processos de tomada de decisão” não posso agora deixar de apontar que é chegado o momento de a Câmara cumprir os compromissos de debate público com que se vem apresentando aos munícipes.

E como ontem já era tarde para o grande debate público sobre a Feira de S. João, só podemos esperar que se aproveite este momento de preparação da Feira de 2018 para o lançar e auscultar directamente a opinião dos munícipes.

Até para a semana!

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com