Mantenham-se calmos, é só uma pandemia – Parte II

Nota à la Minuta
Segunda-feira, 09 Março 2020
Mantenham-se calmos, é só uma pandemia – Parte II
  • Alberto Magalhães

 

 

Face à pandemia de coronavírus, “a calma é para manter, mas o perigo do vírus não deve ser desvalorizado”, afirma o Prof. Francisco Antunes, especialista em infecções. No entanto, desde o início chinês do problema, têm surgido nos media demasiados responsáveis que parecem mais preocupados com uma hipotética ‘epidemia de pânico’ do que com a, mais que certa, epidemia viral.

É preciso conter o vírus o mais possível, todos dizem, mas uma professora que volta do norte de Itália é aconselhada pela Saúde 24 a ir dar aulas como se nada fosse. Resultado para já, uma professora e dois alunos infectados, duas escolas encerradas. A Dr.ª Graça Freitas diz que o protocolo foi seguido e bem seguido. Eu respondo que algo não bate certo no procedimento.

É preciso apostar na contenção, mas os médicos, nos hospitais, só podem fazer o teste diagnóstico depois de obter autorização telefónica. Possivelmente, para se seguirem todos os ‘protocóis’. Ontem, ouvi uma médica especialista afirmar que um doente que entre numa urgência portuguesa com pneumonia, pode não ser testado, se não tiver uma história compatível com o protocolo. Parece que esse foi um dos erros cometidos em Itália.

Para terminar, por hoje, duas perguntas: 1ª. faz parte do plano de contingência do Hospital de Portimão enviar casos suspeitos para testar em Lisboa, no Hospital Dona Estefânia? Não seria mais eficaz, eficiente e cómodo, tratar do assunto no Algarve? 2ª. Só ontem o Palácio de Belém percebeu que o Presidente da República não devia dar maus exemplos, distribuindo beijos a pedido?

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com