Mário Machado e Manel Gouxa

Nota à la Minuta
Sexta-feira, 04 Janeiro 2019
Mário Machado e Manel Gouxa
  • Alberto Magalhães

 

 

Antecipando-se à estreia na SIC, prevista para segunda-feira, da antiga partenaire Cristina Ferreira, Manuel Luís Goucha recebeu, na TVI, o corrécio arqui-nazi-fascista, Mário Machado, sob o lema “precisamos de um novo Salazar?”. Bem sabia a produção do “Você na TV” que, convidando o líder do grupúsculo de extrema-direita “Nova Ordem Social”, teria reacções inflamadas e com impacto mediático, ou seja, paletes de publicidade grátis.

Confesso que não costumo ver o programa do Goucha a não ser, esporadicamente, numa ou outra sala de espera de serviço de saúde. Duas ou três vezes tive o azar de assistir a performances do doutor Quintino Aires, capazes de envergonhar qualquer psicólogo minimamente decente.

Duas ou três vezes delirei com as gargalhadas ou melhor, as casquinadas, da – soube depois – célebre e bem-amada Cristina Ferreira que, ao passar-se para a concorrência, obrigou o Manel Gocha, assumido gay, a conceder a lavagem pública do ultra-nacionalista Mário Machado, assumido perseguidor de minorias exóticas.

Entretanto, a Entidade Reguladora para a Comunicação Social, recebeu várias queixas, entre as quais a do SOS Racismo, que acusa a TVI de branquear o passado de Mário Machado e de legitimar o racismo e a extrema-direita. Talvez estivesse nos planos da TVI sofrer estas acusações. Talvez até eu, com esta nota, esteja a fazer o jogo da TVI.

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com