Nas mãos da China?

Nota à la Minuta
Quinta-feira, 10 Outubro 2019
Nas mãos da China?
  • Alberto Magalhães

 

 

Wang Qunbin, presidente do Grupo Fosun, uma empresa de investimentos com sede em Xangai, tornou-se o maior investidor privado chinês em Portugal, a partir de 2014. Tem a maioria do capital do Millennium BCP, da companhia de seguros Fidelidade e do grupo Luz Saúde. No dia 30 de Setembro, deu uma extensa entrevista ao Diário de Notícias, de que cito uma pequena parte. Disse ele:

A Fosun está muito satisfeita com a sua experiência em Portugal. Chamamos a Portugal a nossa segunda casa. No início do nosso investimento, fomos cautelosos porque foi no período em que a economia portuguesa estava em recessão. Mas, quando conhecemos melhor Portugal, as pessoas e a economia, ficámos muito confiantes. Portugal dá estabilidade à Fosun: temos ativos muito bons e temos equipas de gestão fortes no país, o ambiente político é muito estável, mesmo depois da mudança de governo, e a economia recuperou muito bem. Além disso, Portugal é uma porta de entrada para o nosso investimento na Europa, mas é, ao mesmo tempo, o portal do nosso investimento para os países de língua oficial portuguesa.”

Juntemos agora ao retrato a empresa estatal chinesa “Três Gargantas”, que detém ¼ da EDP. Juntemos ainda a “State Grid”, outra empresa estatal chinesa, que possui ¼ da REN.

Ficamos bem na fotografia?

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com