Novo Governo da Andaluzia

Crónica de Opinião
Sexta-feira, 18 Janeiro 2019
Novo Governo da Andaluzia
  • Rui Mendes

 

O Governo da região espanhola da Andaluzia mudou, pese embora os órgãos de comunicação social não tenham dado o devido destaque a esta notícia, talvez porque o Brexit tenha ocupado espaço complementar.

Este é o resultado das eleições realizadas a 2 de dezembro, nas quais, pese embora o PSOE tenha sido o partido mais votado, não conseguiu formar Governo por falta de apoio parlamentar.

Ainda que tenha sido o partido mais votado, o PSOE obteve os piores resultados de sempre na Andaluzia, sendo esta região um bastião dos socialistas espanhóis. Os resultados eleitorais da Andaluzia deixam-nos vários alertas.

O PSOE governava a Andaluzia há 36 anos, daí a relevância que esta alteração governativa terá, particularmente na região da Andaluzia, mas genericamente em toda a Espanha.

Juan Moreno, do Partido Popular, será o presidente da Junta da Andaluzia.

O novo Governo Andaluz terá apoio parlamentar do Partido Popular, do Ciudadanos e do VOX, pelo que será suportado por 59 deputados num universo de 109.

O domínio socialista no governo da Andaluzia quebrou porque os andaluzes quiseram uma mudança.

Vamos esperar que estes novos ares da Andaluzia atinjam a nossa região e que, também aqui, se possam ir criando condições para que as alternativas sejam possíveis, se bem que para isso acontecer é necessário saber construir as alternativas.

Regionalmente esta mudança é de uma enorme importância. É uma mudança no governo da maior região espanhola, a qual faz fronteira com a região alentejana, razão porque a nossa comunicação social, independente e isenta, tinha obrigação de lhe ter dado o destaque que lhe é devido.

Até para a semana

Rui Mendes