O pântano político está ao virar da esquina!

Crónica de Opinião
Quarta-feira, 30 Outubro 2019
O pântano político está ao virar da esquina!
  • José Policarpo

 

 

O vigésimo segundo governo constitucional tomou posse no passado sábado e ficámos a saber que as grandes medidas a levar a cabo pelos setenta governantes, ministros e secretários de Estado, só terão repercussões daqui a quatro anos.

Em princípio os problemas não seriam elevados se a presente legislatura fosse concluída, mas na minha opinião não terá condições para sê-lo. O partido socialista teve uma maioria relativa e irá precisar do apoio das restantes bancadas para fazer passar orçamentos de Estado e reformas estruturantes.

Ora, o Bloco e o Partido Comunista não estão interessados em reformar o país. A participação e reivindicações destas duas forças partidárias há muito que se esgotaram com a reversão das privatizações e com a devolução dos rendimentos dos funcionários públicos e dos pensionistas.

O PSD, com a sua atual liderança, não conseguiu passar uma ideia de alternativa às políticas apresentadas pelo partido socialista, ainda que em campanha eleitoral se tenha demonstrado mais aguerrido.

Com efeito, aquilo que apresentou, nalguns casos, colocou-se incompreensivelmente ao lado do bloco e do partido comunista. Houve, aliás, no pós-eleições, quem pertencendo à liderança do partido alvitrasse a possibilidade de viabilizar o orçamento de estado para o ano de 2020. Portanto, por estas e por outras razões, que, certamente, surgirão as condições para a instalação do pântano político em Portugal estão, inequivocamente, criadas.

Por isso, só nos resta aguardar, pacientemente, que o atual ciclo politico passe o mais depressa possível e, que surja um outro, com uma visão de futuro, sem a captura dos interesses corporativos.

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com