O petróleo não é tudo

Nota à la Minuta
Segunda-feira, 28 Janeiro 2019
O petróleo não é tudo
  • Alberto Magalhães

 

 

O que têm em comum países como a Noruega, a Nigéria e a Venezuela? Obviamente o petróleo. Digo mais, para além de serem sociedades humanas, apenas o petróleo.

A Nigéria, o país mais populoso e a maior potência económica de África, tinha, no fim de 2017, um PIB per capita de $ 2400, mas 60% da população mal sobrevivia com pouco mais de um euro diário. Um dos países mais corruptos do mundo, a Nigéria sofre dos males da criminalidade, do tribalismo e da perseguição religiosa. No Norte muçulmano a sharia é aplicada com rigor e o grupo de islamitas fanáticos Boco Haram, continua na sua cruzada contra a civilização. Um horror de país.

Em contraste, a Noruega, com um rendimento per capita, em 2017, de mais de $ 90.000, só superado pelos luxemburgueses, parece o paraíso na terra. A criminalidade quase não existe e a diferença entre os mais pobres e os mais ricos é das mais curtas. Os impostos são altos mas os serviços públicos são gratuitos e de qualidade. O governo gere um Fundo de Investimento onde aplica o dinheiro obtido na exploração das reservas petrolíferas.

Quanto à Venezuela, é o que se sabe e o que se imagina. Em 2014, o rendimento per capita era de $ 13.700. Depois disso, deixou de ser possível calculá-lo. Uma inflação de milhares e, depois, milhões por cento ao ano, tornaram a tarefa impossível. A vida também.

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com