Os calimeros da esquerda baixa

Nota à la Minuta
Segunda-feira, 18 Abril 2022
Os calimeros da esquerda baixa
  • Alberto Magalhães

Cinquenta e três dias depois da invasão da Ucrânia pela deplorável tropa russa, já enerva assistir nas redes sociais aos lamentos dos muitos calimeros da esquerda baixa, pelas tentativas de cancelamento, de saneamento, de aniquilamento, de que alegadamente têm sido vítimas, por parte de uma maioria avassaladora de defensores da NATO e lacaios dos EUA, que teimam em defender a resistência ucraniana à sua ‘desnazificação’.

Insistem estas pessoas, colunistas de jornais e comentadores de rádios e televisões, que são alvo de enxovalhos injustificados e de atentados à sua liberdade de expressão até porque, dizem ufanos, nunca ninguém, em tempo algum, os ouviu elogiar Putin ou defender convictamente a sua “operação militar especial”. Eles apenas põem os miolos a funcionar e pensam fora da caixa, não se deixando arrastar pelo pensamento único e enganar pelas imagens com que os ucranianos nos manipulam a nós, os pacóvios maioritários.

Curiosamente, estas pseudo-vítimas escrevem e falam livre e repetidamente, até mesmo enjoativamente, sem serem perseguidas, sem irem presas, sem mesmo pagarem multa. Têm ódio ao capitalismo ocidental, mas queixam-se das campanhas de ódio contra o comunismo. Escarnecem da democracia liberal, mas beneficiam tranquilamente (e ainda bem) dos direitos, liberdades e garantias, que não encontrariam noutras paragens. Parem então de se queixar e aguentem as críticas, até porque as merecem.

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com