Os idiotas úteis de Putin

Nota à la Minuta
Quinta-feira, 24 Fevereiro 2022
Os idiotas úteis de Putin
  • Alberto Magalhães

Ontem, tal como manda o guião totalitário, criado pela URSS para as invasões da Hungria e da Checoslováquia, no século passado, os líderes separatistas pró-Rússia no leste da Ucrânia pediram ajuda a Vladimir Putin, para “repelir a agressão” do exército ucraniano. Está, pois, montado o cenário para a intervenção russa em território ucraniano, contra o exército nacional do país.

Entretanto, André Ventura, trocando as voltas às expectativas generalizadas, em vez de seguir a Frente Nacional, de Marine Le Pen, ou a Liga, de Matteo Salvini, e outros partidos de extrema-direita do seu grupo europeu “Identidade e Democracia”, gente alegadamente financiada por Putin, condenou a Rússia e pediu uma “posição firme e conjunta” da UE. Deixou assim o PCP e o seu satélite verde isolados na defesa do indefensável, numa vergonhosa colagem a um regime corrupto e totalitário, com aspirações e tiques imperiais.

Esta colagem, aliás, permite a José Milhazes, no Observador, chamar aos comunistas os “idiotas úteis” de Putin e acrescentar, sagaz, que na “era soviética, Moscovo pagava bem pela propaganda e pela fidelidade”, estranhando ainda que (e cito) “generais portugueses na reserva, que realizaram importantes missões para a NATO em várias regiões do mundo, venham agora justificar a política externa do ditador russo e acusar os ‘extremistas’ ou ‘neonazis ucranianos’ de provocarem esta crise”.

Entretanto, soube-se de mais um ciberataque, provavelmente da Rússia, com amor. Desta vez ao nosso Ministério dos Negócios Estrangeiros.

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com