Ponto da situação – Eleições, Orçamento e Covid-19

Nota à la Minuta
Segunda-feira, 26 Outubro 2020
Ponto da situação – Eleições, Orçamento e Covid-19
  • Alberto Magalhães

 

 

Foi um fim-de-semana cheio. Em primeiro lugar, as eleições para a Assembleia Regional dos Açores. O PS ganhou as eleições, mas sem maioria absoluta. Mais, os 25 deputados socialistas, nem com os dois deputados do BE mais o deputado do PAN consegue a maioria absoluta. Ou seja, José Manuel Bolieiro, líder do PSD-Açores, tem a possibilidade de fazer a Vasco Cordeiro o que António Costa fez a Passos Coelho em 2016. Mas, para isso, precisa de uma geringonça de toda a direita que, além dos 21 eleitos do PSD, congregue os três do CDS, mais um da coligação PPM-CDS da ilha do Corvo, outro da Iniciativa Liberal e ainda – e aqui é que está o busílis da questão – mais os dois eleitos pelo Chega. É difícil, mas não é impossível.

Uma palavra para o Orçamento de Estado. A sua aprovação na generalidade, está praticamente garantida apesar de, ontem, o BE ter anunciado que vai votar contra. PCP e PAN vão abster-se, os Verdes não farão, certamente, diferente e Joacine Katar-Moreira já disse que até vota a favor, se for preciso.

Termino com mais um disparate da DGS. Na semana em que os novos casos e os internamentos dispararam e os profissionais de saúde multiplicaram os sinais de alarme, a aglomeração de 27 mil pessoas, de todo o país e arredores, no autódromo de Portimão, mostra que a falta de senso da Dr.ª Graça Freitas se mantém inalterada, ou está até mesmo agravada.

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com