Que lição tirar, senhor Presidente?

Segunda-feira, 31 Maio 2021
Que lição tirar, senhor Presidente?

Ao fim de 14 meses de pandemia, o Presidente da República chegou à conclusão de que não pode continuar a dar cobertura à inépcia do Governo, ou melhor, aos gravíssimos erros cometidos pelo executivo de António Costa. Também percebeu que os peritos que aparecem a comandar as tropas nas reuniões do Infarmed, não têm a mínima noção da realidade do país em que vivem e são totalmente ignorantes ou, pior, insensíveis em relação às variáveis económico-financeiras, sociológicas e de Saúde Mental, que estão em jogo nesta batalha nacional. Bem-vindo, Professor Marcelo. Mas por favor, não sugira que o Governo e as autoridades sanitárias têm de tirar uma lição do que aconteceu no Porto. Eles já erraram tantas vezes e persistiram em erros tão evidentes, que não há esperança de um dia virem a aprender.

E no entanto, é tão simples… Final da Taça de Portugal, domingo, dia 23: Estádio vazio. Final, neste sábado, da Liga de Honra de râguebi, no Estádio Nacional, com capacidade para 37500 espectadores, a DGS proíbe 500 pessoas na assistência. Final, também este sábado, da Champions, mais de 16 mil ingleses a assistir. Os peritos da DGS e arredores conseguem explicar a excepção? Então por que não explicam? O inaudito secretário de Estado do Desporto explicou: um êxito desportivo e económico. Da pandemia não é com ele, mas não está preocupado.

Confesso que o que se passou no Porto, também não me preocupa muito pelo hipotético aumento de infecções que possa provocar. Se, nas fronteiras, o trabalho tiver sido bem feito, os beefs que nos invadiram vieram com a vacina tomada e/ou teste negativo. O que me preocupa é a atitude de um Governo que não se dá ao respeito, combinando com a UEFA uma maneira canhestra e selvagem de relançar o turismo, nem tem respeito pelos cidadãos em nome de quem governa. Mesmo vacinados, teremos de pôr máscara na praia para ir comprar uma bola de Berlim? E não podemos jogar com raquetes porque…?

Os especialistas têm a certeza de que será indispensável tanta precaução, mesmo com a mortalidade por Covid perto do zero e os hospitais longe da saturação?

Senhor Presidente, eles querem dar connosco em doidos!

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com