Tolerância zero!

Crónica de Opinião
Quarta-feira, 13 Novembro 2019
Tolerância zero!
  • José Policarpo

 

 

As instituições públicas e privadas foram concebidas e criadas para levar a cabo um determinado fim, uma finalidade específica, que, individualmente, o Homem, muito, dificilmente o conseguiria concretizar. Por isso, as instituições são, absolutamente, indispensáveis para a coesão social e para a uma vida em sociedade saudável.

Já pensaram o que seria uma vivência em sociedade sem hospitais, sem escolas, sem forças de segurança, sem tribunais, sem segurança social e sem forças armadas. Eu já pensei. Por isso, nem quero crer que esse dia alguma vez possa chegar.

Ora, a preservação do Estado de Direito democrático é o meio, não conheço outro melhor, para asseguramos uma vida em sociedade o mais digna possível, como, também, preservamos a paz e a segurança.

A vida sem o mínimo de dignidade e sem paz é o verdadeiro caos. E, infelizmente, temos vários exemplos dessas realidades a poucos milhares de quilómetros da nossa localização geográfica.

Por isso, os acontecimentos ocorridos nas instalações dos bombeiros voluntários de Borba, há pouco mais de uma semana, a fazer fé no noticiado pela comunicação social, são inaceitáveis e totalmente censuráveis. Aos Bombeiros é cometida uma função, para além de outras, que é insubstituível: A de prestar o socorro às pessoas. Por esse motivo, devem estar a coberto de qualquer ato que ponha em causa a sua liberdade. Quem não aceitar as regras do “jogo” democrático, não poderá vivenciá-lo impunemente.

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com