Trump já festeja

Nota à la Minuta
Terça-feira, 26 Março 2019
Trump já festeja
  • Alberto Magalhães

 

 

Ainda no princípio do mês, a maioria democrata no Congresso norte-americano confiava na possibilidade de abrir um processo de destituição do presidente Donald Trump, por possível obstrução à justiça, corrupção e abuso de poder.

Agora, com a divulgação parcial do relatório do procurador especial Robert Mueller, que, não o ilibando, constata não existirem provas sólidas de que “algum representante ou colaborador da campanha de Trump tenha conspirado” com a Rússia para interferir nas eleições que o fizeram presidente, ou de que ele tenha cometido o crime de obstrução à justiça, Trump já canta vitória e proclama, com exagero mas grande convicção, ter sido “completa e totalmente ilibado”.

Tal como estão as coisas, Donald Trump não deverá ter concorrência republicana à sua recandidatura, daqui a dois anos. E, a não ser que a divulgação integral do relatório Mueller traga novidades, a insistência dos democratas em tentar a destituição do presidente pode, infelizmente, ajudar à sua reeleição.

Do lado democrata, já se apresentaram 15 candidatos a disputar com Trump as próximas eleições presidenciais, quando a procissão ainda vai no adro. Transformado o Partido Democrata numa manta de retalhos de lutas identitárias, conseguirá encontrar um candidato suficientemente forte e unificador para se opôr a Trump com sucesso? Eis a questão.

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com