Urbanismo, Habitação e Reabilitação Urbana

Quarta-feira, 05 Outubro 2022
Urbanismo, Habitação e Reabilitação Urbana

No dia 1 de outubro ocorreu na Biblioteca Municipal de Évora uma conferência denominada Urbanismo, Habitação e Reabilitação Urbana. Tendo em conta o tema, e estando Évora a alterar o Plano Diretor Municipal, poder-se-ia pensar que haveria um interesse particular sobre este assunto. O Professor Carlos Fernandes, urbanista, coordenador do PDM de Sintra, Cascais e Mafra, autor de livros na área do planeamento e projetos urbanos, centrou a sua palestra em duas ideias: democracia e plano estratégico. Falar em desenvolvimento é ouvir os interessados e pensar Évora enquanto região que compreende Badajoz, Sevilha e Cáceres. O arquiteto Miguel Lima, Mestre em Recuperação do Património Arquitetónico e Paisagístico, especialista em Reabilitação do Património, diretor Regional do IPPAR, vereador na CME, explicou a importância do Plano de Salvaguarda para o Centro Histórico que evitaria a burocracia e agilizaria a aprovação de obras, salientando a necessidade da melhoria de qualidade institucional nos regulamentos que apenas se  limitam a cumprir a lei. Por fim, o arquiteto Nuno Bento, urbanista nas CM da Moita e de Lisboa, Diretor da EPUL,  dirigente na CCDR de Lisboa e Vale do Tejo. Valoriza o conceito de Habitat, em que a habitação está integrada numa rede de relações sociais de proximidade, de inclusão social, onde coexiste um mix social onde todos comungam do mesmo espaço. Esta visão do bairro/cidade exige um agente musculado  que promova uma política fortíssima de habitação de forma a atrair e reter talentos. Na assistência, para além da Vereadora do MCE, Florbela Fernandes, estiveram promotores e empresários, gente interessada no progresso e no futuro da cidade. Foi a primeira conferência de um ciclo organizado pela Associação Cívica Cuidar de Évora, que pretende dar voz e colaborar ativamente na resolução de questões sociais, económicas e políticas da cidade. Está ligada ao Movimento Cuidar de Évora. Talvez, por isso, alguns dos nossos políticos e empresários não estiveram presentes. Preferiram ceder às partidarites pequeninas, a ouvir vozes de excelência sobre um dos assuntos mais importantes para os eborenses nos próximos anos.
Maria Paula Pita
Professora Deputada Municipal MCE

 

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com