Évora: Deputada do BE alerta que cultura vive “cenário negro” com cortes do Governo

Évora: Deputada do BE alerta que cultura vive “cenário negro” com cortes do Governo

Terça-feira, 10 Abril 2012
Alentejo
A deputada do Bloco de Esquerda Catarina Martins alerta que o setor da Cultura vive “um cenário negro”, devido aos cortes nos apoios financeiros pelo Governo.
A parlamentar defende que a criação artística deve ser contemplada na reprogramação dos fundos comunitários.
“Na Cultura, faz-se muito com pouco. Por isso, é essencial um investimento nesta área através dos fundos comunitários, até porque estamos a falar, em termos de economia global, de valores modestos”, considerou.
A deputada falava à margem da visita que efetuou hoje aos distritos de Portalegre e de Évora, onde reuniu com agentes culturais da região.
Catarina Martins, que recentemente esteve em Beja, escolheu o Alentejo para arrancar com este périplo centrado nos problemas do setor cultural e da criação artística, que a vai levar, até final de maio, a todo o país.
A deputada criticou o Governo pelo “desinvestimento” e pela “falta de políticas públicas estruturadas” para a Cultura, o que “está a asfixiar o setor”.
O setor “vive um cenário negro e as estruturas não sabem como chegar ao fim do ano”, argumentou, explicando já ter constatado que os agentes culturais “estão a desistir de projetos, muitos deles a fazer despedimentos e com salários em atraso”.

Deixe um comentário

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com