Évora: Jerónimo insiste em responsabilizar Passos por possibilidade de “morte antecipada de muitos portugueses”

Évora: Jerónimo insiste em responsabilizar Passos por possibilidade de “morte antecipada de muitos portugueses”

Quarta-feira, 14 Março 2012
Alentejo
O secretário-geral do PCP insistiu ontem, em Évora, em responsabilizar o Governo, sobretudo o primeiro-ministro, pela “possibilidade da morte antecipada de muitos portugueses”.
Em causa, segundo Jerónimo de Sousa, está a “convergência diabólica” de aumentos no setor da Saúde.
“Ainda a procissão vai no adro”, mas a “convergência diabólica do aumento das taxas moderadoras, dos transportes de doentes, dos medicamentos, das dificuldades económicas que os cidadãos têm, particularmente” no Alentejo, “vai ter consequências tremendas na vida das pessoas”, alertou.
O líder comunista voltou a insistir nesta ideia e na responsabilização do Governo e de Passos Coelho, embora, admitiu, “infelizmente”, seja “cientificamente difícil de provar”.
“Mas a conjugação destes fatores [dos aumentos], leva-nos a dizer que, com certeza, muitos portugueses terão a morte antecipada devido à não resposta aos seus problemas, às suas condições de vida, à defesa da sua saúde”, frisou.
O líder dos comunistas falava aos jornalistas após uma reunião com a administração do Hospital do Espírito Santo de Évora (HESE), seguida de uma visita à unidade hospitalar e de um encontro com comissões de utentes de Saúde do distrito.

Deixe um comentário

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com