Évora: Mantém-se desacordo entre PS e CDU sobre a CIMAC

Évora: Mantém-se desacordo entre PS e CDU sobre a CIMAC

Quinta-feira, 07 Dezembro 2017
Alentejo

O desacordo entre os autarcas do PS e da CDU do distrito de Évora sobre a presidência da Comunidade Intermunicipal do Alentejo Central (CIMAC) está para durar.

Na mais recente reunião conselho intermunicipal, que decorreu na passada terça-feira, em Évora, realizou-se uma votação para a presidência da CIMAC.

O candidato do PS (o autarca de Reguengos de Monsaraz) alcançou oito votos contra seis do candidato da CDU (o autarca de Évora).

O presidente da Câmara de Évora, o comunista Carlos Pinto de Sá, diz à DianaFM que “não é possível eleger o presidente”, uma vez que “não se verificaram as duas maiorias cumulativas, como determina a lei”.

As duas maioria de que fala Pinto de Sá estão relacionadas o número de câmaras e o número de eleitores.

No distrito de Évora, na sequências das eleições autárquicas, o PS ficou com mais câmaras (seis), enquanto a CDU tem a maioria dos eleitores.

Também à DianaFM, o presidente da Câmara de Reguengos de Monsaraz, o socialista José Calixto, revela que os autarcas do PS pretendem pedir pareceres sobre a interpretação da lei.

“Parece-me que é uma via para tentar esclarecer um imbróglio que tem a ver com o facto de haver uma votação que tem um resultado e que aparentemente não queremos tirar consequências administrativas desse mesmo resultado”, afirma.

A próxima reunião do conselho intermunicipal da CIMAC está marcada para o dia 19.

Comments are closed.

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com