Évora: Monges regressam ao Mosteiro de S.Bento de Castris

Évora: Monges regressam ao Mosteiro de S.Bento de Castris

Segunda-feira, 18 Setembro 2017
Alentejo

Os monges beneditinos vão regressar a S. Bento de Castris, em Évora. O primeiro já chegou, vindo do Brasil, fruto de um convite da Direção Regional de Cultura do Alentejo, que convidou a comunidade religiosa de S. Bento da Reconciliação, para povoar o Mosteiro em Évora. D. Guilherme Coelho é o prior desta nova comunidade, oriundo de Goiás, na Grande Brasília. Chega a Évora no âmbito do projeto Esfera de Castris. Inicialmente chegarão 5 monges, porque apenas estão restauradas 5 salas, diz D. Guilherme, que espera que possam vir até “15 a 20″ monges e freiras”. “Inicialmente a casa era feminina e nós estamos na capelaria masculina. As obras de restauro das casas da Abadesa e da parte feminina vai ser iniciada e aí poderemos trazer as irmãs. Todas estão identificadas com essa demanda de trabalho social, económico e desenvolvimento cultural”. Para além do trabalho social, os Monges Beneditinos Cistercienses têm uma forte relação com o desenvolvimento económico e com a educação nos locais onde se instalam, disse à DianaFm  D. Guilherme Coelho. Ao todo, serão seis os primeiros religiosos a reabitar este Mosteiro, desde 1834, ano em que foram extintas as Ordens Religiosas em Portugal.

 

Comments are closed.

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com