Évora: Município reclama do Governo 5,5 milhões de euros

Évora: Município reclama do Governo 5,5 milhões de euros

Terça-feira, 26 Junho 2012
Alentejo
A Câmara de Évora reclama do Governo 5,5 milhões de euros referentes a um contrato programa para a comparticipação das despesas do município com o parque da indústria aeronáutica, onde hoje está instalada a Embraer.
Este contrato programa foi prometido pelo anterior e pelo atual governo, revelou à DianaFm o presidente do município, José Ernesto Oliveira.
O anterior Governo, liderado por José Sócrates, assegurou que a câmara “podia correr o risco” de investir na criação do parque da indústria aeronáutica, que, depois, seria feito “um contrato programa para aligeirar, total ou parcialmente, essa verba no erário municipal”, disse.
“Fizemos uma candidatura, que recebeu parecer positivo da CCDR e foi enviada para o governo. Esperámos, entretanto, o governo caiu, houve eleições. Veio o novo Governo e voltamos a insistir, mas o certo é que até agora ainda não veio dinheiro nenhum”, lamentou José Ernesto Oliveira.
Neste sentido, o autarca lamenta que o Estado ainda não tenha investido no parque da indústria aeronáutica.
“Até agora, o Governo não pôs um tostão na construção da indústria aeronáutica e na concretização do projeto da Embraer. O que lá está são 4 milhões de euros de fundos comunitários para a construção da fábrica e o resto (quase 10 milhões de euros) é dinheiro municipal”, indicou.
José Ernesto Oliveira diz que com esta verba e com a liquidação da dívida à empresa Águas do Centro Alentejo a Câmara de Évora ficaria com uma situação estável e excelente em termos financeiros.

Deixe uma resposta

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com